09 dezembro 2015

Queda de Cabelos é intensa após a gestação!



Oi mulherada bonita,já se passaram 4 meses desde o nascimento do bolotinha. E resolvi trazer um post interessante,que assim como eu, está passando por uma queda capilar brusca. 
Pensei até que fosse corte químico ou algo do tipo já que usava henê e estou em transição capilar,mais pesquisei mais afundo sobre o assunto e levei em consideração que pode sim,ter haver com o pós parto.

Durante os nove meses em que carregou seu bebê na barriga, é provável que você tenha percebido como seus cabelos ficaram bonitos, fortes, saudáveis. Tal injeção de vida é decorrente dos hormônios femininos, estrógeno e progesterona, que, nessa fase, se mantêm em franca atividade no organismo. Acontece que, depois que a criança nasce, poucas mulheres escapam de uma das consequências dolorosas da gravidez: a queda de cabelo.

O problema, em geral, acontece após 60 dias do nascimento e se estende por até seis meses. "Na gestação, os hormônios masculinos praticamente desaparecem e sobram os femininos, que são bons para os cabelos. No pós-parto, as taxas voltam à normalidade e os fios que não caíram no período despencam todos ao mesmo tempo. Daí, a queda acentuada, que tanto desagrada às mulheres".

A média é cair cerca de 30% dos fios. "O estado nutricional da paciente conta muito. Dependendo de como esteja, a perda varia entre 10% a 50%", diz Adriano Almeida, dermatologista e tricologista, diretor do Instituto de Dermatologia e Estética e professor da Fundação Pele Saudável. Ele recomenda que, durante e depois da gestação, a mulher mantenha uma alimentação o mais saudável possível. A lista inclui itens ricos em ferro, zinco, cobre e vitamina B6, como frutas secas, banana, legumes, vegetais verde-escuros, grãos integrais, peixes –especialmente frutos do mar–, fígado, gema de ovo e leite. "O cabelo é pura proteína, portanto, precisa de aminoácidos, vitaminas e sais minerais para se formar. Para quem quer investir pesado na prevenção, vale ingerir, durante a gravidez, suplementos com tais itens, com prescrição médica".
A boa notícia é que, caso não haja outro problema envolvido, seu organismo irá repor todos os fios que caíram. "Algumas gestantes desenvolvem, durante o período, distúrbios da tireoide ou diabetes. Nestes casos, o restabelecimento da massa capilar é mais demorado ou incompleto", explica Adriano Almeida. Importante: quanto mais cuidar da alimentação, mais rápido tudo voltará ao normal. "Caso a mamãe não ingira os nutrientes necessários, a reposição pode demorar um ano ou até mais".
fonte do texto: http://mulher.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário